28Jun
imagem do tratamento para eliminar gordura localizada

Criolipólise: o tratamento que elimina a gordura localizada!

A gordura localizada, também conhecida como “pneuzinho”, nada mais é do que uma reserva energética do organismo. Caracteriza-se pelo acúmulo de tecido adiposo em determinadas áreas do corpo. Esse problema estético causa grande incômodo nas pessoas, principalmente mulheres, afetando até mesmo sua autoestima.

A notícia boa vem a seguir: é possível eliminar a gordura localizada com a criolipólise! Quer conhecer melhor esse procedimento milagroso? Continue lendo este artigo da Slim Laser e saiba mais.

Como a criolipólise elimina a gordura localizada?

A criolipólise é um método não invasivo, sem cirurgia, que tem como objetivo a eliminação de gordura localizada. A redução das medidas da paciente é feita por meio do congelamento controlado a vácuo aplicado na região do corpo que se deseja diminuir. A técnica promove apoptose (morte das células adiposas ) e sua eventual eliminação.

pessoa segurando pneuzinho de gordura localizada

Um aparelho específico realiza a sucção do tecido da área que possui a gordura localizada. Em seguida, a região é resfriada a temperaturas negativas por 1 hora. Conforme o calor é retirado do local, a gordura começa a ser congelada. As células sofrem modificações, perdem suas funções e morrem. Após serem destruídas, são eliminadas naturalmente pelo sistema linfático por meio da urina.

imagem do procedimento de criolipóse para remover gordura localizada

Indicação

A criolipólise é o tratamento ideal para quem deseja eliminar a gordura localizada do abdômen, flancos, interno de coxas, gordura infra –glútea (bananinha),gordurinha das costas ( gordurinha do sutiã), culotes e braços. Ou seja, é indicado para pacientes que estão próximos do peso ideal. Diferentemente do que diz o senso comum, este procedimento não tem como foco a perda de peso. Os objetivos principais são a redução de medidas e o contorno corporal.

Resultados

O resultado da criolipólise pode ser visto a partir do 15º dia. No entanto, o efeito máximo ocorre de dois a três meses após a sessão. É possível medir a diferença na fita métrica ou em fotografias do antes e depois.

Sessões

A criolipólise é feita em apenas uma sessão. A área que foi trabalhada irá perder de 20% a 30% da gordura localizada em uma única aplicação. Em alguns casos, é necessário que sejam feitas mais sessões para o paciente atingir o resultado esperado.

Dor

O procedimento pode causar dor no momento em que o aparelho suga a pele. A sensação de um intenso “apertão” é passageira, já que a baixa temperatura faz com que a região fique anestesiada.

Contraindicações

A criolipólise não é indicada para gestantes ou mulheres que estão amamentando, pessoas com excesso de peso ou obesas. Infecções na pele, cirurgias recentes, doença auto-imune ,sensibilidade ao frio e hérnias no local da aplicação também são fatores impeditivos.

Riscos

É indispensável que o cliente busque por profissionais especializados para realizar suas sessões de criolipólise. Caso seja feito por pessoas leigas no assunto ou com aparelhos não certificados, o procedimento pode causar riscos aos pacientes. Queimaduras de 2º e 3º grau são as consequências mais graves, além de um resultado mal feito e visualmente ruim.(retirar essa parte pois assusta).

Exemplo de criolipólise para remover gordura localizada

Clínica de estética no RJ

Não erre na hora de escolher o estabelecimento para eliminar sua gordura localizada. Confie na Slim Laser, a melhor clínica de estética do RJ! Aqui, realizamos um método diferenciado de criolipólise, que une o procedimento tradicional a outras formas de terapia. Criada pela Dra. Priscilla Palazzo, a técnica potencializa os resultados, modelando o corpo de modo rápido e eficiente.

Também realizamos outros procedimentos estéticos faciais e corporais, como criofrequência, cellu, massagem modeladora, depilação a laser e muito mais! Nossa unidade está localizada na Rua Rodolfo Dantas, 81, em Copacabana. Venha nos fazer uma visita!

Posts RecentesCategoriasTags