02Mar
como tratar estrias

Como tratar estrias: conheça os segredos do eletrolifting

Se você deseja saber como tratar estrias, chegou ao artigo certo. Nossa indicação de tratamento é o eletrolifting. Desenvolvido pelo médico dermatologista Humberto Pierantoni em 1952, consiste no preenchimento de sulcos e estrias. A técnica também pode ser chamada de galvanopuntura ou microgalvanopuntura.

O procedimento é feito com o uso de um aparelho de corrente microgalvânica, que possui um equipamento em forma de caneta, responsável por gerar uma corrente elétrica na região tratada, aumentando a neurovascularização da pele. Quer saber mais? Continua lendo o artigo da Slim Laser.

Saiba como tratar estrias com eletrolifting

Como aquele tratamento atua?

O eletrolifting estimula a produção de novas fibras na pele, capazes de preencher os rompimentos causados pelas estrias, porque provoca uma lesão através da agulha que penetra nos gaps das estrias e a corrente elétrica aumenta o processo de inflamação, promovendo posterior reparo tecidual (cicatrização) e gerando a formação de um novo tecido. Além disso, aumenta a circulação e a nutrição da área tratada, facilitando a produção de colágeno e a elasticidade da pele.

O procedimento dói?

Geralmente, os métodos de como tratar estrias não são absolutamente indolores. Afinal, precisam atingir uma camada um pouco mais profunda da pele para fazerem efeito. Entretanto, o eletrolifting causa um desconforto mínimo, pois aplicamos anestésico tópico.

Existem efeitos adversos?

Em casos muito raros, pode existir a formação de manchas e cicatrizes na pele. Porém, o cuidado anterior ao tratamento existe exatamente para evitar tais consequências.

Qual é o tempo de recuperação?

O tempo de recuperação varia de acordo com a cicatrização. Entretanto, é normal que a pele apresente vermelhidão nos primeiros dias. Os cuidados incluem não pegar sol de forma alguma e fazer uso de protetor solar acima de 30 FPS, pelo menos de 3 em 3 horas.

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões varia de acordo com a necessidade de cada organismo. Entretanto, geralmente é recomendado um número entre 8 e 12 sessões, de 1 hora e meia, em média.

Qual o intervalo médio entre as sessões?

É importante que o intervalo de sessões ocorra no tempo de cicatrização do paciente. Por isso, pode variar entre 7 e 15 dias, de acordo com orientação profissional.

Onde é aplicado?

O eletrolifting pode ser utilizado em qualquer área do corpo que apresente estrias, como braços, seios, barriga, coxas e glúteos.

Existe alguma contraindicação ou restrição de quem pode fazer?

O tratamento de como tratar estrias é contraindicado para os seguintes casos:

  • gestantes;
  • cardiopatas;
  • diabéticos;
  • portadores da Síndrome de Cushing;
  • pacientes com câncer em atividade;
  • alergias ou irritação à corrente elétrica;
  • hipersensíveis a dor;
  • pacientes com tendência a queloides.

Quais são os benefícios?

Agora que você já sabe como tratar estrias, vem a parte mais importante: quais as vantagens de optar por tal tratamento? Pois bem, o eletrolifting melhora a estética e a saúde da pele, reduzindo consideravelmente as marcas incômodas. Entretanto, é sempre bom lembrar que os resultados variam de acordo com as características de cada paciente.

Além disso, deve existir a preocupação de manter uma rotina física e alimentar saudável, evitando o famoso “efeito sanfona”, grande causador do aparecimento de estrias.

Striat: tratamento da Slim Laser no combate às estrias

Na Slim Laser, você encontra o método certo de como tratar estrias. O Striat, alia todos os benefícios do eletrolifting citados neste artigo a um blend de ácidos, utilizados para igualar a coloração da pele e auxiliar no processo de regeneração do tratamento. Entre em contato agora mesmo pelo nosso site ou agende seu horário pelo telefone (21) 2275-6202!

Endereço: Rua Rodolfo Dantas, 81 – Copacabana – Rio de Janeiro.

Este artigo foi útil para você? No Blog da Slim Laser você encontra outras dicas de tratamento para o corpo. Leia:

Posts RecentesCategoriasTags